Share, , Google Plus, Pinterest,

Print

Posted in:

TV Review: ‘Vinyl’ – Série de Martin Scorsese & Mick Jagger na HBO

Se você é apaixonado por rock’n’roll e o estilo de de Martin Scorsese, Mick Jagger, e Terence Winter, então ‘Vinyl‘ da HBO é uma série que você não pode perder. Estreou no dia em 14 de fevereiro com um piloto de duas horas dirigido pelo vencedor do Oscar, ‘Vinyl’, é tudo que você esperava de uma série inspirada no rock dos anos 70.

E sim, desde as ruas perigosas de NY em 1973 ao som do New York Dolls, drogas e um corpo no porta-malas de um carro, você poderia chamar esta temporada de 10 episódios GoodRecordFellas – da melhor maneira. Com o trio de uma vez na vida atrás das câmeras e o poderosos elenco liderado por Bobby Cannavale de ‘Boardwalk Empire‘ um chefão de uma gravadora durão que está passando por momento difíceis Richie Finestra, ‘Vinyl’ é uma recriação quase perfeita de um momento em que o negócio da música que atraía os mais desajustados está no centro da cultura americana em seu ponto mais influente.

Ainda assim, é também uma história interessante sobre escolhas ruins e tentar suavizar as consequências ​para encontrar um meio termo moral. Em um conto cheio de pele, sexo, cocaína, violência, negócios sujos e dinheiro sujo, há o apoio estelar de Ray Romano (sim, você vai ver o ‘Everybody Loves Raymond‘ de uma forma que nunca viu antes), como um cara do marketing viciado em cocaína; as interpretações dos jovens Juno Temple e James Jagger (o sobrenome não é uma coincidência); e outro desemprenho incrível de Andrew Dice Clay, como um executivo de rádio com apetites monstro. Tendo dito isso, embora tenha uma abundância de comprimidos e sangue derramados aqui, o verdadeiro coração de ‘Vinyl’ é Olivia Wilde. Como a ex-garota de festa de Richie que ficou sóbria e se tornou dona de casa em Connecticut, Devon, a atriz de ‘House’ é o discreto centro do drama.

Sendo em parte um projeto de Scorsese, e com o maior frontman do rock’n’roll de todos os tempos a bordo, há também uma tonelada de boa música em ‘Vinyl’ – e boa parte no palco. Para o efeito, há algumas “aparições” do tipo de Led Zeppelin, Elvis, Little Richard, Lou Reed, Otis Redding e Alice Cooper para citar alguns da era pouco antes NY ter inventado o punk e o hip-hop emergiu do Bowery e no Bronx. Surpreendentemente, com toda a óbvia atenção de ‘Vinyl’ aos detalhes da época, o fato de que o ator que interpreta Peter Grant é mais esbelto do que o da vida real e notoriamente conflituoso gerente Led Zep era perceptível, mas isto deve incomodar a minoria.

O que não deve ser uma opinião minoritária é como ‘Vinyl’ não perde uma batida. Como um álbum bem sequenciado, a série um pouco nostálgica, mas pulsante tem um fluxo que permanece em seu próprio ritmo.

Portanto, vá para pista de dança com ‘Vinyl’ e não perca o próximo episódio que vai ao ar neste domingo às 23h.

A HBO disponibilizou o primeiro episódio com 2 horas de duração no Youtube, você pode assistir abaixo:

Veja também o trailer do segundo episódio.

Fonte: HBO Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *